Buscar
 

Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour

 

Possui como principal frente de trabalho a capacitação do servidor do Legislativo Municipal. 

A Escola do Legislativo de Juiz de Fora "Prof. William Coury Jabour" foi criada no ano de 2008 quando constatada a necessidade de um instrumento interno de fomento à aprendizagem e à capacitação do servidor, aliada à proposta da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais na formação de uma rede de Escolas do Legislativo no âmbito do Estado. 



Legislação da Escola do Legislativo:

RESOLUÇÃO Nº 1209, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 - Cria a Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF e dá outras providências.

ATO Nº 97, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 - Aprova o Regimento Interno da Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF (revogado pelo ATO Nº 213, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2015)

RESOLUÇÃO Nº 1288, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2014 - Dá denominação à Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF, criada pela Resolução n. 1.209, de 24 de setembro de 2008.

LEI N° 13093, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2015 - Altera dispositivos da Lei Municipal n. 9.709, de 18 de janeiro de 200 que “ Dispõe sobre a Estrutura Organizacional da Câmara Municipal de Juiz de Fora e dá outras providências” e Lei Municipal n. 9.650, de 25 de novembro de 1999 que “Dispõe sobre a Organização do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores da Câmara Municipal de Juiz de Fora” e dá outras providências.

ATO Nº 213, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015 - Aprova o Regimento Interno da Escola do Legislativo de Juiz de Fora.





Conscientização sobre câncer de próstata é tema de palestra na Câmara

 
Neste mês de novembro é realizada uma campanha nacional de conscientização da sociedade, em especial, dos homens, para tratar a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata, denominada Novembro Azul. Atendendo à campanha, a Câmara Municipal de Juiz de Fora realizou na manhã desta quinta-feira, 16, uma palestra visando a conscientização e o combate ao câncer de próstata. O urologista Eduardo Neves Netto abordou temas importantes sobre a prevenção desta doença.

O especialista explicou aspectos técnicos e orientou os procedimentos que os homens devem seguir visando a prevenção. "O câncer de próstata é uma doença que tem grande incidência. É mais comum em pessoas acima dos 65 anos. Nos casos dos sintomas aparecerem em pessoas com menos idade os casos são mais graves. Diagnosticamos a doença através de exames de PSA e toque retal, posteriormente realizando uma biópsia. Em relação a prevenção e tratamento, devemos considerar os aspectos genéticos, a idade e os hábitos alimentares, que auxiliam na prevenção. O tratamento varia de acordo com a necessidade de cada paciente." 

Participante da palestra, o cortador de roupas, José Alves, falou sobre a importância de se informar sobre um tema tão relevante. "Sobre este assunto encontramos muitos tabus e participando desta palestra eu pude esclarecer muitas dúvidas que tinha em relação ao assunto. Agora poderei praticar as ações orientadas pelo doutor e passar as informações que obtive para outras pessoas."

A iniciativa desta palestra é atender a lei N.º 12.989 que estabelece  ao município a realização de ações que visam a conscientização e o combate ao câncer de próstata. O dia 17 de novembro foi instituído no Calendário Oficial da Cidade, como o dia municipal de combate ao câncer de próstata, uma vez que a causa também é celebrada mundialmente nesta data. 

Autor desta Lei, o vereador Fiorilo (PTC), falou sobre a importância da iniciativa para a população, em especial aos homens. "Com a criação desta lei, visamos auxiliar na conscientização das pessoas devido à gravidade da doença. Devemos divulgar sobre a importância dos exames preventivos e os homens devem deixar de lado a resistência em relação ao exame de toque, pois é um exame de extrema relevância. Nosso foco é ajudar a prevenir e tornar a população mais lúcida em relação ao assunto."

Celebrando o dia municipal de combate ao câncer de próstata, nesta sexta, 17, a Escola do Legislativo Willian Coury Jabour e a Ascomcer vão realizar orientações e marcações de exames (PSA e de toque) para homens acima dos 50 anos. O atendimento será feito para servidores da câmara e cidadãos que tiverem interesse em esclarecer e fazer exame de próstata gratuito. O Ascomóvel vai ficar em frente à Câmara de 12h às 16h. 






Demonstração do uso de Desfibrilador é feita pelo Samu no saguão da Câmara

 
Na manhã desta sexta-feira, 10, a Escola do Legislativo Willian Coury Jabour e os profissionais do Núcleo de Educação Permanente do Cisdeste/Samu realizaram  uma simulação de atendimento com aparelho desfibrilador automático externo (DAE) no saguão da Câmara Municipal, com a participação de servidores e a população. O intuito desta ação foi mostrar como manusear o DAE para atender às pessoas que venham a passar mal em lugares de grande aglomeração. 

Após a demonstração, o instrutor do Samu, Adilson Cruz, falou sobre os procedimentos a serem realizados em um momento de atendimento. "Hoje pudemos passar a nossa experiência na hora de manusear o DAE e na realização de compressões cardíacas. O primeiro procedimento é ligar para o Samu, no número 192, onde a pessoa irá informar o que está acontecendo e o local do ocorrido. Enquanto o atendimento profissional se encaminha, as compressões devem ser iniciadas para as chances de sobrevivência da pessoa possam aumentar. O uso do DAE é simples e pode ser realizado por qualquer pessoa, em caso de dúvidas os profissionais do Samu podem instruir as pessoas via telefone na hora do atendimento".
    
Participante da demonstração, o técnico em celulares Etiene Ribeiro,  contou  como foi sua experiência em simular um atendimento. "Foi uma prática interessante, ainda não tinha visto uma simulação dessas, com profissionais podendo passar a maneira correta de fazermos um atendimento. Em outros países vemos que as pessoas são instruídas sobre o assunto desde cedo e acredito que aqui esta iniciativa também deve ser realizada". 

Esta  iniciativa visa atender a Lei Nº 11.825 que torna obrigatório a manutenção em locais públicos e privados, onde há concentração de elevado número de pessoas, de aparelho desfibrilador automático externo (DAE). A Lei prevê que são considerados locais públicos ou privados de grande concentração os que concentram mais de mil pessoas ou com circulação média diária de duas mil pessoas ou mais.

Autor desta Lei, o vereador Fiorilo (PTC) falou sobre a importância desta iniciativa para a população. "Em locais que a circulação de pessoas é grande, a chance de acontecerem casos de mal súbito nas pessoas é maior, por isso a obrigatoriedade destes locais terem um aparelho desfibrilador, afinal este aparelho é de fácil manuseio, não tem um custo tão alto e qualquer pessoa pode utilizá-lo, e o mais importante é um aparelho que salva vidas. Por isso a importância de demonstrações como essa que está sendo realizada aqui na câmara, a orientação das pessoas facilita muito no atendimento, aqui na câmara mesmo nós já possuímos o DAE e podemos fazer um atendimento caso seja necessário."


Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa
 









Outubro Rosa é celebrado por servidoras da Câmara

 
Na manhã desta quarta-feira, 18, a Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor Willian Coury Jabour promoveu, para as servidoras da Câmara, um "Lanche Rosa" em menção ao mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama e valorização da saúde da mulher, denominado Outubro Rosa.

Outras atividades foram realizadas para as servidoras. Elas puderam ouvir o depoimento da cidadã Giovanna Vilete que relatou as dificuldades que enfrentou durante o seu tratamento contra o câncer de mama. Além de Giovanna, as servidoras também acompanharam a fala de uma especialista,  a médica mastologista, Calina Loures. Também foram realizadas aferições de pressão arterial, além da apresentação do Coral da Ascomcer. 

O Supervisor de Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures, comentou sobre as atividades desta manhã. "O outubro rosa já faz parte do calendário oficial do município, e nós da Câmara sempre oferecemos um encontro para as servidoras, com o intuito de auxiliá-las na prevenção do câncer de mama, com palestras e outras atividades. Afinal, trata-se de uma doença muito séria e muitas mulheres são acometidas por ela, finalizou."


Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa 





CAC promove capacitação para integrantes do Câmara Sênior

 
Com o objetivo de capacitar os vereadores sêniores, o Centro de Atenção ao Cidadão (CAC) da Câmara realizou nesta segunda-feira, 09, mais uma palestra. Neste terceiro encontro, foi abordado o sistema e o ciclo orçamentário municipal. Foi feita uma revisão básica para explicar o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei de Orçamento Anual (LOA).  A intenção é preparar os idosos que vão participar da Câmara Sênior, de modo que eles conheçam os trâmites legislativos.

O palestrante do encontro e advogado da Câmara, Sérgio Loures, ressaltou que nessa primeira fase a finalidade é possibilitar o conhecimento sobre a Câmara e seus processos,  além de “proporcionar aos vereadores sêniores a capacidade de adquirir maior cidadania”. Loures salientou que se houver a necessidade de ter mais capacitações, a Escola do Legislativo vai dar todo o suporte para os integrantes do projeto. 

Participante de vários grupos que envolvem os idosos da cidade, a aposentada Clélia Silva, destacou que essas qualificações viabilizam o entendimento dos deveres e direitos dos cidadãos, e que isso pode e deve ser repassado para outras pessoas. 

Já o aposentado, Emanuel Carneiro, frisou que atividades como essas são importantes para que a terceira idade não fique ociosa, além de ainda poder contribuir com a sociedade. “O projeto pode proporcionar a reivindicação e a criação de projetos, além de ter caráter transformador”, afirmou.

Na semana passada, foram oferecidas duas palestras com os temas Política, Cidadania, Democracia e Participação Política; e também sobre os Processos Legislativos. Nesta terça-feira, dia 10, ocorre a última capacitação sobre Políticas Públicas e Participação Popular na Escola do Legislativo Willian Coury Jabour.


Informações: 3313-4734 – Assessoria de Imprensa





 

Câmara de Juiz de Fora capacita vereadores e servidores de Simão Pereira

 
A Câmara de Juiz de Fora - por meio da Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour - está promovendo uma capacitação para os servidores e vereadores do Legislativo da cidade de Simão Pereira. O conteúdo foi dividido em três temas intitulados “A educação legislativa é uma resposta à crise do parlamento?”; “Noções do processo legislativo” e “Vícios recorrentes nas proposituras de projetos de leis”.

A capacitação foi dividida em dois módulos e está sendo oferecida pelo supervisor da Escola do Legislativo de Juiz de Fora, Sérgio Loures, e pelo secretário da escola, Robson Souza. Nesta quinta-feira, 24, acontece o segundo módulo quando os profissionais vão abordar questões como os vícios de iniciativa, a inconstitucionalidade e a ilegalidade dos projetos de leis, entre outros temas.

O convite para a capacitação partiu do próprio presidente da Câmara de Simão Pereira que fez a solicitação ao presidente do parlamento de Juiz de Fora, Rodrigo Mattos (PSDB), por meio de um requerimento lido no plenário Francisco Afonso Pinheiro.

A Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour foi criada no ano de 2008 quando constatada a necessidade de um instrumento interno de fomento à aprendizagem e à capacitação do servidor, aliada à proposta da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais na formação de uma rede de Escolas do Legislativo no âmbito do Estado. 
 
Para o presidente da Câmara de Juiz de Fora, Rodrigo Mattos, “a Câmara de Juiz de Fora - também por meio da sua Escola do Legislativo - tem a missão de atuar como polo regional na Zona da Mata, colocando-se à disposição para firmar parcerias de trabalhos com o objetivo de capacitar os servidores que atuam nas câmaras municipais da região”, finaliza.


Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa  




Câmara promove curso sobre Educação Financeira para os servidores

 
Com a finalidade de orientar os servidores quanto a organização de sua vida financeira, a Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour e o Serviço de Defesa do Consumidor (Sedecon) da Câmara estão promovendo um curso para os servidores do Legislativo com o tema "Educação Financeira".

Cerca de 20 servidores acompanharam o primeiro dia da palestra, na manhã desta terça-feira, 11, que foi ministrada pela servidora Luciana dos Santos, pedagoga e pós-graduada em Educação Financeira pela metodologia DSOP (Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar).

"Com palestras como esta nós podemos orientar as pessoas a se organizarem financeiramente melhor, dando início ao hábito de se ter uma poupança, por exemplo. Para uma saúde financeira melhor é necessário que haja mudanças no comportamento diário de cada um, para assim, num futuro próximo, começar a se pensar em investir o seu dinheiro.", disse Luciana.

A palestrante também falou de uma maneira geral sobre como está o consumo das pessoas na atualidade." Nos dias de hoje, a maioria das pessoas não pensam a título de futuro, na sua independência financeira,  sua aposentadoria. A cultura do consumismo está exacerbada, o imediatismo de consumo é grande, as pessoas só tem pensado em gastar e não em poupar. É necessário se conscientizar para se ter uma estabilidade financeira a longo prazo."

Os servidores que não puderam acompanhar esta primeira palestra, terão uma nova oportunidade no dia 17 de julho, de 14h30 as 17h30. O curso está sendo realizado na Escola do Legislativo de Juiz de Fora, localizado na Rua Marechal Deodoro, n°722, 1° andar.  Após esta iniciativa voltada para os servidores do Legislativo, será promovida uma palestra sobre o mesmo tema para qualquer cidadão de Juiz de Fora. 




A Câmara de Juiz de Fora, por meio da Escola do Legislativo “Professor William Coury Jabour”, em parceria com a Fundação Hemominas, está realizando uma campanha de Doação de Sangue. A ação é fruto de um requerimento do vereador Sargento Mello Casal (PTB), aprovado por todos os vereadores, mediante Requerimento nº 2.437/2017. 

Cumprimos a primeira etapa da Campanha por meio da palestra, no dia 28 de junho de 2017, quarta-feira, ministrada pela Assistente Social da Fundação Hemominas, Thaysi Melo, objetivando esclarecer os procedimentos de doação de sangue, visando sensibilizar novos e antigos doadores. 

Agora, iniciamos a segunda etapa da Campanha: as doações, que poderão ser realizadas durante todo do mês de julho. Ligue 155, opção 8 (ligação gratuita) e faça seu agendamento no Hemocentro Regional de Juiz de Fora, agilizando seu atendimento .

Seja solidário!

Doe vida!




Campanha de Combate ao Cerol


 
A Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor William Coury Jabour”, seguindo o calendário oficial do município, de acordo com a Lei Municipal nº 12.880/13, incentivou as escolas municipais e estaduais a divulgarem o Dia Municipal de Conscientização e Combate ao Cerol, instituído na sexta-feira que antecede as férias escolares do mês de julho do calendário escolar.

Nessa data, devem as instituições de ensino, os órgãos de educação e os de segurança pública fomentar debates sobre o tema, esclarecendo sobre os riscos da preparação e uso do cerol.

O incentivo dado pela Escola do Legislativo, no desempenho de suas funções de capacitação e disseminação de informações, se deu pelo envio de um cartaz para que sejam fixados nas dependências das unidades escolares.
Espera-se que um tema de relevância, como o uso do cerol, possa ser debatido e as crianças e adolescentes devidamente conscientizadas, para que a prática de soltar pipas e papagaios aconteça de forma responsável.


 

 

Simulação do Corpo de Bombeiros marca o Dia de Prevenção de Acidentes com Queimaduras

 
Para celebrar o Dia Municipal de Conscientização de Acidentes com Queimaduras com Crianças e Adolescentes, na tarde desta terça-feira, 06, em frente à Câmara, o Corpo de Bombeiros realizou uma simulação de quais atitudes devem ser tomadas em caso de acidentes domésticos. A Lei que cria o dia de prevenção é de autoria do vereador Fiorilo (PTC). 
 
Na simulação, em apenas alguns minutos, uma panela cheia de óleo deixada no fogão começou a pegar fogo. Logo em seguida, foi apresentada a maneira correta de como evitar que o fogo se alastrasse pelo local: em primeiro momento, desligue o fogo e coloque um pano úmido por cima da panela para impedir que o oxigênio tenha contato com a chama, consequentemente, o fogo apagará.
 
Um erro muito comum cometido pelas pessoas nesta situação também foi retratado: o de jogar água para tentar abafar o fogo. Este método jamais pode ser utilizado, pois água e óleo não se misturam e acabam criando um desastre, aumentando as chamas. A tenente Priscila Adonay ressaltou a importância de não deixar panelas com cabos virados para fora do fogão, além de sempre verificar se os botões e as mangueiras do fogão estão na ordem correta.
 
Em caso de queimaduras é importante que seja feita a lavagem com água em temperatura ambiente e seja colocado um pano limpo por cima da ferida e em sequência levar o acidentado para um pronto socorro mais próximo. A utilização de cobertores em ferimentos não é correto, de acordo com a tenente. O cobertor só é utilizado quando o corpo está em chamas. E se caso for utilizado nas feridas, pode causar infecções. "O pelo do cobertor vai acabar agarrando na superfície e, como ele está exposto, abre portas para outros tipos de infecções."
 
A Lei do vereador Fiorilo visa conscientizar, implantar e divulgar práticas e conceitos de segurança com crianças, por meio de campanhas educativas. O dia 06 de junho foi escolhido em homenagem a data de fundação da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ).

 
 

 

 

 

Câmara vai oferecer serviço de orientação às pessoas superendividadas

 
A Câmara de Juiz de Fora quer oferecer um novo serviço à população: orientações para pessoas que se encontram superendividadas. Para isso, vai iniciar nesta sexta-feira, 02, uma série de capacitações voltadas para os servidores que trabalham no Centro de Atenção ao Cidadão (CAC) e no Serviço de Defesa do Consumidor (Sedecon) do Legislativo.
 
Durante o ano de 2017, outras palestras irão ser realizadas para capacitar os funcionários do Legislativo. Ainda não foi definido quando a Câmara vai começar a oferecer estas orientações para a população. 
 
Por meio da Escola do Legislativo de Juiz de Fora Prof. William Coury Jabour, nesta sexta, entre 8h30 e 11h30, a pedagoga e educadora financeira, Luciana dos Santos, inicia o ciclo de capacitações. A palestra tem como tema Educação Financeira e irá ocorrer no Anfiteatro da Escola do Legislativo, localizado no prédio do INSS, no Parque Halfeld. Por conta disso, o Sedecon não realizará atendimento ao público pela manhã, apenas audiências já agendadas, retornando suas atividades ao meio dia.
 
A mudança no hábito e no comportamento dos superendividados é um dos assuntos a serem discutidos pela pedagoga. Segundo ela, é preciso fazer um trabalho que ajude o cidadão a seguir uma rotina equilibrada para que os problemas financeiros não virem rotineiros. 
 
 

Palestra discute peças orçamentárias na perspectiva do Poder Legislativo

 
No final de junho, a Câmara recebe da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) o Projeto de Lei do Plano Plurianual (PPA) que visa estabelecer diretrizes, objetivos e metas da administração pública para as despesas nos próximos quatro anos. Como a atual legislatura juiz-forana conta com oito novos vereadores que nunca discutiram o PPA,  a Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour promove nesta quarta-feira, 17, entre 14h e 17h, no plenário, a palestra 'Peças Orçamentárias na Perspectiva do Poder Legislativo'. 

Além dos vereadores de Juiz de Fora e por ser polo regional da Zona da Mata, o público-alvo também são parlamentares e assessores da região, além de toda a sociedade juiz-forana. Não é preciso realizar nenhuma inscrição. Caso queira participar do evento, basta comparecer ao local no horário marcado. Os presentes receberão, via e-mail, um certificado de participação.

A palestra faz parte da programação semestral realizada pela Escola do Legislativo da Câmara de Juiz de Fora que aborda temas relevantes sobre o evento 'Discutindo a Política e o Legislativo'. O palestrante convidado é Mário Cesar Rocha Moreira, consultor da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.


Escola 'Professor William Coury Jabour'

A Escola foi criada no ano de 2008 quando constatada a necessidade de um instrumento interno de fomento à aprendizagem e à capacitação do servidor, aliada à proposta da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais na formação de uma rede de Escolas do Legislativo no âmbito do Estado. 
 
A Câmara Municipal de Juiz de Fora, também por meio da sua Escola do Legislativo, tem a missão de atuar como polo regional na Zona da Mata, colocando-se a disposição para firmar parcerias de trabalhos com o objetivo de capacitar os servidores que atuam nas câmaras municipais da região . 

 
 

Resultado de imagem para doença celiaca



 

Câmara faz divulgação do Dia do Celíaco

 
Por meio da Escola do Legislativo de Juiz de Fora William Coury Jabour, a Câmara Municipal promove uma sensibilização sobre o “Dia do Celíaco”, comemorado internacionalmente no dia 05 de maio, coincidindo com a data municipal, criada por meio da Lei Municipal nº 13.048, de 2014, de autoria do vereador Fiorilo (PTC). No calendário do Município, o objetivo da Lei é mobilizar a sociedade por meio de campanhas, seminários, palestras, feiras e atividades que promovam a divulgação da enfermidade.
 
A jornalista e pesquisadora no assunto, Débora Fajardo, estará nesta sexta-feira, 05, de 9h às 15h, com um grupo de voluntários e servidores da Câmara explicando as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que padecem dessa doença, além de falar das experiências com pessoas celíacas. “Interessei-me pelo assunto por causa da proximidade com essas pessoas, tanto da família, quanto de amigos próximos”, disse. Débora é responsável pela organização da primeira feira “Pôr do Sol” realizada na cidade com produtos totalmente orgânicos, sem lactose e sem glúten.
 
A doença celíaca é uma intolerância radical ao glúten. A pessoa que sofre com essa deficiência tem sérias inflamações quando ingerem qualquer tipo de alimento que contenha a substância.
 
 
Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa


 

Câmara realiza painel sobre o Transtorno do Espectro Autista

 
Em alusão à Semana Municipal do Transtorno do Espectro Autista (TEA), foi realizado no plenário da Câmara Municipal, na manhã desta quinta-feira, dia 06, o painel de debates intitulado “Transtorno do Espectro Autista: desafios e possibilidades”.
 
Organizado pela Escola do Legislativo, o painel contou com as exposições da neurologista infantil Dra. Valéria Modesto Barbosa e da psicóloga escolar Margareth Campos que, respectivamente, esclareceram questões acerca das causas, características e tratamento do TEA, e sobre o que tem sido feito pela Secretaria de Educação para a inclusão de seus portadores na educação municipal.
 
De acordo com o vereador Fiorilo (PTC), autor do Projeto de Lei (PL) que institui a Semana Municipal do Transtorno do Espectro Autista no Calendário Oficial do município de Juiz de Fora, o objetivo do evento é ampliar as discussões e o conhecimento de todos acerca do transtorno, visando colaborar com o diagnóstico precoce e com uma maior inclusão das pessoas com o TEA na sociedade.
 
Foi exibida uma reportagem feita pela equipe da TV Câmara contendo o relato de mães sobre as dificuldades que enfrentam com seus filhos portadores do TEA, que vão desde problemas com o diagnóstico, que é feito tardiamente, a peregrinações por diferentes escolas em busca de uma educação inclusiva.
 
O evento também contou com a presença do vereador Dr. Antônio Aguiar (PMDB), na condição de presidente da Mesa Diretora, e dos vereadores Júlio Obama Jr. (PHS) e Delegada Sheila (PTC), além da ampla participação do público, que teve a oportunidade de tirar suas dúvidas direcionando perguntas às palestrantes. 

 

 

Câmara oferece curso sobre Processos Legislativos

 
Vereadores, servidores da Câmara e assessores parlamentares participaram, na tarde desta quarta-feira, dia 05, de um curso interno sobre Processo Legislativo Municipal e Noções de Técnica Legislativa, na Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour.
 
O curso contou com a participação dos vereadores Sargento Mello Casal (PTB), Kennedy Ribeiro (PMDB) e Ana Rossignoli (PMDB) que, assim como os demais presentes, puderam tirar suas dúvidas quanto à tramitação dos processos legislativos e aos procedimentos legais dado às proposições dentro da Câmara Municipal.
 
Ministrado pela diretora Legislativa da Câmara Municipal, Maria Aparecida Fontes Cal, o curso foi dado em complementação ao primeiro módulo que trataou sobre os Vícios Recorrentes no Processo Legislativo, que ocorreu na última quinta-feira, dia 30. De acordo com o diretor Jurídico da Câmara Municipal, Gustavo Vieira, o objetivo dos cursos é capacitar os envolvidos para aprimorar o processo legislativo, possibilitando uma produção mais eficiente.
 
Material: Processo Legislativo e Noções de Técnica Legislativa

 

Assessores parlamentares participam de Curso sobre Processos Legislativos

 
Cerca de 30 assessores parlamentares participaram na manhã desta quinta-feira, dia 30, de um curso sobre Vícios Recorrentes no Processo Legislativo, que aconteceu na Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour. 

Responsável por ministrar o curso, o diretor Jurídico da Câmara Municipal, Gustavo Vieira, falou sobre o objetivo da palestra. "Passamos para os assessores dos gabinetes como nós fazemos a análise de consonalidade  dos projetos de lei aprovados pelos vereadores. E quais são os vícios que nós temos encontrado recorrentemente nestes últimos três meses, visando uma melhor capacitação para aprimorarmos o Processo Legislativo e termos uma produção eficiente até o final deste ano."

Dando seqüência à capacitação dos assessores parlamentares, acontece no próximo dia 05, quarta-feira, de 14h às 18h, mais um curso sobre Processos Legislativos, que será ministrado pela diretora Legislativa da Câmara Municipal, Maria Aparecida Fontes Cal. O tema será Noções técnicas nos Processos Legislativo. 

Material: Os Recorrentes Vícios na Propositura de Projetos de Lei na CMJF
 
 

E-Câmara - Cerca de cem servidores são capacitados para novo sistema de correspondência Digital


 
Cerca de cem servidores da Câmara Municipal participaram, esta semana, da capacitação sobre o novo Sistema de Correspondências para emissão de memorandos, ofícios e circulares em meio digital, mais uma etapa de implantação do programa E-Câmara. A partir do dia 03 de abril, estes documentos serão exclusivamente digitais. 
 
O E-Câmara promete diminuir a utilização de papeis no Legislativo, torná-lo mais sustentável e ainda mais transparente, com a consequente redução de custos. Os benefícios incluem economia com impressoras, manutenção de equipamentos, cartuchos de tinta, energia elétrica e cópias extras de papeis. Todos os documentos que são armazenados hoje, em um local alugado pela Câmara (Célula), serão acessados no site do Legislativo e armazenados na nuvem. 

Informações: 3313-4734 /4941 - Assessoria de Imprensa

 


 

Os perigos da internet são debatidos durante palestra na Câmara

 
“Precisamos ficar atentos às diversas vulnerabilidades que a internet nos traz”, enfatizou o pentests Fernando Rodrigues durante palestra sobre Segurança na Internet que o Serviço de Defesa do Consumidor (Sedecon) da Câmara promoveu nesta quarta-feira, 15, no plenário do Legislativo.

O coordenador do Sedecon, Nilson Ferreira Neto, explicou que o motivo de promover a palestra aos servidores e público em geral foi devido aos diversos casos de pessoas que são prejudicados após realizarem compras através da rede. “Cerca de 30% das relações comerciais transitam através da internet, e no Sedecon temos recebidos várias reclamações de consumidores lesados com algum artifício criado na rede, ou seja, por atos ilegais praticados até mesmo por algum fornecedor”, disse.

Durante a palestra, Fernando focou nas vantagens e nos riscos da internet, inclusive com crianças que são vítimas de armadilhas da ‘rede’, além dos crimes associados ao uso indevido dos IPs, quando criminosos podem ter alguma vantagem financeira e enganam suas vítimas. “O consumidor precisa ficar atento durante as compras, às formas como as ferramentas são utilizadas, e inclusive olhar minuciosamente por qual navegador é usado para finalizar as compras na internet. Esse cuidado é fundamental para a sua segurança e para minimizar os riscos da utilização da internet”, disse.

Ainda durante a apresentação, o pentests marcou alguns pontos importantes para evitar situações perigosas na internet como: tenha um bom antivírus; não abra seus arquivos pessoais em qualquer computador; use senhas fortes, com letras e números; não use data em suas senhas, o risco é alto; não deixe qualquer pessoa plugar pen drive, cartão SD, carregador no seu PC; use e-mail criptografados e cuidado na utilização de senhas do seu cartão de crédito.

Nilson alerta que o consumidor que se sentir lesado em qualquer compra feita através da rede deve procurar o Sedecon e sanar suas dúvidas.
 
 


 


 

E-Câmara - Memorandos e ofícios serão totalmente digitais a partir de abril

 
O primeiro passo para transformar o Legislativo de Juiz de Fora em 100% digital, por meio do programa E-Câmara, será dado em abril. O prazo final para a emissão de memorandos e ofícios em papel será dia  31 de março. A partir da primeira semana de abril, estes documentos só serão aceitos em meio digital.

Para colocar em prática este primeiro passo do E-Câmara, a  Escola do Legislativo Prof Willian Coury Jabour está promovendo, nesta semana,  um curso básico de word e excel para os servidores que possuem dificuldade com estes programas.

Além disso, nos dias 20, 21 e 22 de março, o departamento de Tecnologia da Informação vai dar treinamento a todos os servidores sobre o sistema de emissão de memorandos e ofícios no formato digital.

O coordenador interino do Centro de Atenção ao Cidadão (CAC), Sérgio Loures, falou da importância da realização destes cursos. "A capacitação dos servidores é fundamental para o bom funcionamento do programa E-Câmara - Transparente e Digital para que todos os procedimentos possam funcionar de maneira adequada." Loures também comentou sobre o início do processo de capacitação dos servidores. 

Saiba mais sobre o E-Câmara neste link: https://goo.gl/5z2NMI

 



 


 

Escola do Legislativo presta informações legais e procedimentais

sobre a “verba de gabinete”

 

Os aspectos legais e procedimentais envolvendo a verba de gabinete foi o tema da capacitação oferecida pela Escola do Legislativo de Juiz de Fora no dia 5 de janeiro de 2017.

Vereadores eleitos para a Legislatura 2017/2020 e seus assessores receberam da Diretora Legislativa, Maria Aparecida Fontes Cal, todas as informações referentes ao tema.

Participaram também do encontro o Diretor Administrativo, Cloves Santos, o Diretor Jurídico, Gustavo Vieira, a Chefe da Divisão de Programação e Liquidação de Despesas, Carolina Lopes e a servidora Vera Brígido.


 

 


Escola do Legislativo capacita servidores para melhor atender ao cidadão

Os servidores da Câmara Municipal estão passando por duas capacitações para melhorar o atendimento ao público nesta semana, nos dias 24, 25 e 26, através da Escola do Legislativo Professor Willian Coury Jabour. A primeira, ministrada pelo supervisor da escola do legislativo, Sérgio Loures e pela supervisora dos serviços de atendimento, Gilmara Santos, visa ensinar técnicas de como melhorar o atendimento ao público, e por último, os servidores passam pela área de tecnologia da informação, que tem o intuito de ensinar a como lidar com o sistema eletrônico para que o serviço seja realizado de maneira mais ágil.

O encontro tem o propósito de levar os servidores a refletir criticamente sobre as ações e procedimentos para o melhor atendimento, além de identificar os aspectos que contribuem para a satisfação do cidadão. De acordo com o Sérgio Loures, é muito importante que haja uma conversa com os servidores, já que Câmara se propõe  a fazer atendimento ao público. "O cidadão merece ser tratado de maneira mais humana e mais eficiente." Cerca de 40 funcionários vão fazer parte das capacitações.



Atividades de capacitação no ano de 2016 são encerradas com a conscientização dos servidores

 

 

 



Novembro Azul - Servidores participam de palestras

 
Nesta quarta-feira, 30, a Câmara Municipal, por meio da Escola do Legislativo "Professor Willian Coury Jabour", realizou uma palestra para os servidores municipais conscientizando e alertando sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Diferente dos últimos anos, a Casa trouxe o palestrante Marcelino de Oliveira Ruela Neto, 56 anos, para relatar as dificuldades que enfrentou no descobrimento da doença, em 2015, e sobre a cura, quando o diagnóstico precoce é realizado. "Vivenciei a pior experiência da minha vida quando descobri o câncer através de exames de PSA e depois através do toque". Marcelino salientou que foi fundamental a orientação recebida pelo médico. "Fui bem orientado, realizei a cirurgia, retirei a próstata e hoje estou curado. Por isso, digo, não seja preconceituoso, faça valer a vida".

O vereador e médico José Mansueto Fiorilo (PTC) também alertou sobre a importância do exame a partir dos 45 anos de idade. "O homem precisa ir ao médico todos os anos e  não ter medo de realizar o procedimento. Este é o momento de conscientizá-los e encorajar aqueles que têm medo da doença".
 
 




Encontro reúne eleitos e reeleitos para a Legislatura 2017-2020

 
Os vereadores eleitos, suas futuras equipes de assessores e servidores assistiram nesta quinta-feira (17) a palestra da diretora do Legislativo, Maria Aparecida Fontes Cal, sobre o Poder Legislativo de Juiz de Fora.  
 
O evento, denominado Encontro dos Vereadores Eleitos – Legislatura 2017-2020, foi promovido pela Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour. A abertura foi feita pelo presidente Rodrigo Mattos (PSDB) que deu as boas vindas aos participantes. Ele ressaltou a importância do trabalho conjunto por uma Câmara forte, bem representada, com boa imagem junto à opinião pública.
 
Ao final, os novos legisladores receberam exemplares da Lei Orgânica, do Regimento Interno (RI), do Código de Ética e Decoro Parlamentar e o manual com modelos de proposições.
 
Os eleitos serão empossados em 1º de janeiro. Antes farão a entrega do diploma e da declaração de bens e valores na Câmara. Durante a solenidade, assumirão o compromisso e assinarão o livro de posse. O primeiro período de reuniões ordinárias tem início no dia seguinte.
 
A diretora do Legislativo também explanou sobre as novas regras regimentais: funções da Câmara  e vereança, posse, impedimentos, prerrogativa, deveres e regras regimentais referente às atividades plenárias. Também abordou as regras de composição das Comissões Permanentes. As Comissões devem ser formadas até o dia 6 de janeiro, conforme o RI.
 
Além do presidente, participaram dos trabalhos a vereadora Ana do Padre Frederico e os vereadores Zé Márcio, Antônio Aguiar, Vagner de Oliveira, André Mariano e Chico Evangelista. Também estiveram presentes os eleitos Delegada Sheila, Marlon Siqueira, João Coteca, Sargento Mello, Júlio Obama Jr., Charlles Evangelista, Kennedy e Dr. Adriano Miranda. Eles se posicionaram no arco do plenário.

Material: O Poder Legislativo de Juiz de Fora

 

Outubro Rosa - Servidoras da Câmara participam de palestra

Nesta quarta-feira, 20, a Câmara Municipal ofereceu uma palestra para as servidoras municipais, conscientizando e alertando sobre a importância da prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama.  Esta foi mais uma parceria da Escola do Legislativo "Willian Coury Jabour" com o Hospital Ascomcer e Câmara

A palestrante, enfermeira da radioterapia e coordenadora da Ascomcer, Cheila Franco Ventura, recomendou às mulheres a conhecerem seu corpo através do toque nas mamas. Além disso, Cheila mostrou diversos casos que podem acometer as mulheres caso a doença não seja identificada logo no início. "Quanto mais pessoas informadas sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama, maiores são as chances de cura. Por isso, é fundamental falar com a família e amigos sobre esta doença". A enfermeira ainda informou que a Ascomcer está realizando mamografias para mulheres de 50 a 69 anos durante todo o mês de outubro.

A servidora municipal Cecília Barbosa, 58, salientou que essa informação é primordial e já realiza o exame há 10 anos. "Eu estou tranquila, as mulheres mais jovens também precisam ter essa consciência do auto-exame", disse.

As informações para agendamento de mamografias podem ser obtidas através do telefone 3311- 4000 ou pessoalmente no endereço: Avenida Itamar Franco, 3500, Cascatinha. No final ainda houve uma apresentação teatral realizada pela agente de Saúde da Uaps de Bandeirantes, Ercimara Rios Pereira.
 
 
 Escola do Legislativo promove capacitações para servidores da Câmara

 

Servidores da Câmara estão passando por duas capacitações esta semana, por meio da Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor William Coury Jabour". A primeira, ministrada pela diretora Legislativa da Câmara, Maria Aparecida Fontes Cal, é uma extensão da palestra ministrada no dia 11 de maio que teve como tema Condutas Vedadas ao Agente Público no Ano Eleitoral/ Propaganda Eleitoral. Nesta segunda-feira, a diretora Legislativa tirou as últimas dúvidas levantadas sobre o tema para os assessores de gabinetes dos vereadores. 

 

A segunda capacitação acontece nesta terça-feira, 24, ministrada pelo supervisor de Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures que está abordando Noções Básicas sobre processo de licitação.

 

A Escola do Legislativo de Juiz de Fora "Professor William Coury Jabour" foi criada no ano de 2008 quando constatada a necessidade de um instrumento interno de fomento à aprendizagem e à capacitação do servidor, aliada à proposta da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais na formação de uma rede de Escolas do Legislativo no âmbito do Estado. 

 

A Câmara Municipal de Juiz de Fora, também por meio da sua Escola do Legislativo, tem a missão de atuar como polo regional na Zona da Mata, colocando-se a disposição para firmar parcerias de trabalhos com o objetivo de capacitar os servidores que atuam nas câmaras municipais da região . 

 

 Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa
 


Servidores recebem treinamento sobre Legislação Previdenciária

 

A Câmara Municipal, através da Escola do Legislativo Professor Willian Coury Jabour, está oferecendo o curso Disseminadores da Legislação Previdenciária a cerca de 20 funcionários da Casa. 

O supervisor de Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures, salientou que além do conteúdo ser de grande valia para os servidores, irá proporcionar aos mesmos conhecimentos para transmitir ao público que busca por este tipo de informação diariamente na Câmara. 

O curso, com duração de três dias e término previsto para esta quinta-feira, 19, está sendo ministrado por técnicos do INSS, sem custos para a Câmara.

Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa


 

Juíza alerta sobre cuidados na campanha

 A juíza Maria Lúcia Cabral Caruso fez a segunda palestra da tarde desta quarta-feira, 11, sobre Campanha Eleitoral, seus Princípios e Visão Simplificada dos Procedimentos. O pronunciamento se deu conforme a nova Lei Eleitoral 13.165, de 2015, que trouxe mudanças como a redução drástica do tempo de campanha. Em 2016 será de 16 de agosto a 1º de outubro, devido à influência da proibição do financiamento por pessoas jurídicas e a consequente redução de recursos para partidos e candidatos.


O direito a informação será respeitado, informa a juíza, deixando claro que placas com dados como tempo de execução da obra e valor podem permanecer, mas slogans e logomarcas do Poder Público têm que ser retirados.

Vários princípios foram levantados:o da legalidade, o da responsabilidade, o da liberdade,o da igualdade de acesso e o controle judicial. Todos buscam a isonomia entre os candidatos.

A afixação de propaganda em bens particulares é permitida desde que se dê gratuitamente e com consentimento do proprietário. Por outro lado, é proibida em bens públicos e de uso comum, como shoppings e escolas.

Os comícios serão permitidos entre 16 de agosto e 29 de setembro, desde que a Polícia seja comunicada com 24 horas de antecedência. As caminhadas, passeatas e carreatas podem ser realizadas até as 22 horas. No dia da eleição, só será possível manifestação individual e silenciosa. As camisetas, chaveiros, bonés, canetas e brindes continuam proibidos. 


Ela acredita que a fiscalização sobre a Internet será o mais difícil e recomenda cuidado para que o candidato não realize campanha extemporânea. Mesmo antes da deflagração oficial campanha, é permitida posicionamento político, mas sem pedido de voto. As redes sociais poderão ser usadas até o dia da campanha. O telemarketing, por outro lado, foi proibido.

As palestras da juíza e da diretora do Legislativo foram promovidas pela Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor William Coury Jabour”. Os trabalhos tiveram a participação dos vereadores Jucelio Maria (PSB) e André Mariano (PSC).

Material: Campanha Eleitoral, Princípios e Visão Simplificada dos Procedimentos  

 

Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa



Palestra sobre legislação eleitoral mobiliza sociedade


Condutas Vedadas ao Agente Público no Ano Eleitoral foi tema de palestra da diretora legislativa da Câmara de Juiz de Fora, Maria Aparecida Fontes Cal, nesta quarta-feira (11). A advogada enfatizou que a legislação é voltada para a lisura dos procedimentos administrativos e preservação da igualdade de oportunidades entre candidatos no pleito. “O bom senso recomenda que não haja ampliação significativa dos benefícios distribuídos e o respeito à média verificada nos anos anteriores”. E chamou atenção para especificidades, como o não impedimento a nomeações pela lei eleitoral, mas a proibição do aumento de despesa nos 180 dias anteriores ao fim do mandato pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Para o público de Juiz de Fora, Goianá, Recreio e Santos Dumont, a diretora legislativa citou exemplos de situações consideradas em desacordo com a Legislação Eleitoral, pela ausência de Lei sem execução orçamentária, no ano anterior ao eleitoral: aumento dos recursos para o transporte de alunos universitários, doação de bem para entidade de bairro e concessão de bolsas de estudos a servidores públicos para graduação e especialização. O uso de serviços, materiais e equipamentos, incluindo os de informática, de órgãos públicos em campanha estão proibidos e geram punições.

Em se tratando de pessoal, servidores ou empregados só poderão trabalhar em campanha se estiverem em férias, licenciados ou fora do horário do expediente normal.

Uma questão polêmica, o vencimento do funcionalismo, foi tratada. A lei veda revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição, a partir de 5 de abril de 2016 até a posse dos eleitos. O debate em torno do que significa revisão geral é grande e divide opiniões, o que levou Maria Aparecida a recomendar que os órgãos públicos façam consultas ao corpo jurídico. Há setores que entendem que qualquer realinhamento teria que ocorrer até 5 de abril. Outros, que a Constituição assegura a recomposição em decorrência da revisão geral anual. A juíza Maria Lúcia, que fez palestra em seguida, esclareceu que respondendo a consultas, o TSE declara ser permitida a recomposição salarial, mesmo após 5 de abril, mas não aumento real.

Sobre prazos estabelecidos para cada ação, a diretoria Legislativa informou que a filiação partidária foi encerrada em 2 de abril, as convenções partidárias acontecem no período de 20 de julho a 5 de agosto, o registro de candidaturas pode ser feito até dia 15 do mesmo mês, a campanha começa no dia 16 e o início da propaganda no rádio e TV, em 26 do de agosto. O primeiro turno está confirmado para 2 de outubro e o segundo, para o dia 30 do mesmo mês.

Material: Condutas Vedadas ao Agente Público no Ano Eleitoral
 

Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa

Servidores são capacitados em Legislação Previdenciária

 A Escola do Legislativo Professor Willian Coury Jabour em parceria com o INSS, concede aos funcionários da Câmara Municipal uma formação em Disseminadores da Legislação Previdenciária. A finalidade é levar conhecimento aos servidores legislativos e qualificá-los na orientação do público.


Segundo o Supervisor de Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures, o objetivo é conscientizar os servidores da Casa sobre as aposentadorias e os benefícios oferecidos pela Previdência Social, tanto para sua condição de trabalhador quanto de propagador desse conhecimento.   

A palestrante Heluiza Maria Corrêa de Oliveira, apresenta informações do dia a dia, como benefícios previdenciários e assistencialista. Assim, a Câmara Municipal estará apta para melhor informar o cidadão sobre seus direitos.

 

 Realizações da Escola no ano de 2015 e perspectivas para o ano de 2016

 

A Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour, com o intuito de qualificar os servidores da Câmara Municipal, promoveu 12 cursos no decorrer do ano de 2015. Destaque para os de Reforma Política e para o Evento Diversidade 10 Anos, que contaram com grande apelo da comunidade.

Mais de 720 pessoas participaram das atividades proporcionadas pela Escola do Legislativo. Em 2015, a Câmara Municipal recebeu diversas lideranças políticas de toda a Zona da Mata e Vertentes, que buscam a excelência dos cursos promovidos pela Casa para capacitar suas respectivas Câmaras e Prefeituras. Os encontros, em sua maioria, foram realizados no Plenário Vereador Francisco Afonso Pinheiro.

Maria Aparecida Fontes Cal, diretora da Escola do Legislativo, afirma que “o objetivo das atividades promovidas é capacitar os servidores para, consequentemente, melhorar a qualidade dos serviços oferecidos pela Câmara Municipal de Juiz de Fora. Nos eventos abertos para o público externo, a intenção é conscientizar a sociedade sobre as funções do Legislativo Municipal, bem como proporcionar educação para cidadania, levando conhecimento sobre temas atuais da realidade político-brasileira .”

A Diretora comemora o encerramento de 2015 afirmando que a missão da Escola foi cumprida e agradecendo o apoio dos vereadores, que compreendem a função pedagógica e a importância dos encontros.

O cronograma de cursos é definido no início do ano pela Direção e Supervisão da Escola. No transcorrer do ano são acrescentadas pautas de acordo com as demandas e necessidades dos setores internos. A grade para o próximo ano já está sendo elaborada com temas não só voltados para o serviço público interno, mas também com assuntos como Vedação Eleitoral e Vedações em Final de Mandatos, tendo em vista as eleições municipais de 2016.

 

Câmara promove palestra sobre Uso de Aparelho Desfibrilador Automático Externo

 

Na próxima terça-feira, 08, às 9h, a Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour promoverá palestra sobre Uso de Aparelho Desfibrilador Automático Externo (DAE). Todos os funcionários da Câmara estão convidados a participar do debate no Plenário Vereador Francisco Afonso Pinheiro.

Conforme a Lei Municipal nº 11.825, de outubro de 2015, é obrigatório a disposição do aparelho em locais públicos e privados onde há concentração de elevado número de pessoas. O treinamento dos servidores da Câmara será feito pelo Dr. Clorivaldo Rocha.

O DAE dispara choques no coração de indivíduo em parada cardíaca, na tentativa de salvar sua vida. Estudos já comprovaram a eficácia do aparelho no atendimento emergencial. A Casa já possui o aparelho e agora o objetivo é educar os servidores sobre a maneira correta de operá-lo em situações de emergência.

 

 Novembro Azul: Perigos do câncer de próstata são abordados na Câmara

 

Constrangimento em discutir o assunto, medo do diagnóstico, aversão ao toque retal, desconhecimento. Estes são os principais motivos que levam os homens a não realizarem o exame de próstata periodicamente. As informações foram repassadas pelo médico urologista, Pedro Almeida, na manhã desta terça-feira, 17, durante Café da Manhã Azul, organizado pela Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour, a pedido da Mesa Diretora, e voltado para os servidores homens da Casa. 

 

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Mattos (PSDB), a partir do momento que assumiu a direção da Casa - em janeiro deste ano - a atual Mesa Diretora tem realizado ações focadas na valorização do servidor do Legislativo. “Estamos estimulando o campeonato de futebol interno, conseguimos reajustar os salários com base no IPCA, apesar da crise, estamos pagando os vencimentos em dia e fizemos algumas reestruturações físicas, com a mudança para o prédio do INSS, garantindo mais conforto para os funcionários. E em 2016, pretendemos oferecer mais uma opção de Plano de Saúde para os colaboradores, além do Saúde Servidor”, informou. 

 

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.
 

Prevenção e tratamento
 

Homens a partir dos 50 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina. Caso tenha histórico na família ou outros fatores de risco, o indicado é procurar o medico a partir dos 40. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. 
 

O toque retal é o teste mais utilizado, apesar de suas limitações: somente a porção posterior e lateral da próstata pode ser palpada. É recomendável fazer o exame PSA (antígeno prostático específico, na sigla em inglês), que pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença.
 

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. Para doença metastática (quando o tumor original já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento escolhido é a terapia hormonal. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

Informações: Assessoria de Imprensa da Câmara – 3313-4734

 

Painel foca desenvolvimento planejado do município

 

O envio à Câmara da Mensagem com a revisão do Plano Diretor de Juiz de Fora é esperado para breve, o que levou o presidente Rodrigo Mattos (PSDB) a considerar oportuna a realização do Painel sobre o tema, iniciativa promovida pela Escola do Legislativo Professor Willian Coury Jabour e a Assembleia Legislativa de Minas nesta sexta-feira, 06. Os trabalhos foram acompanhados pelos vereadores Chico Evangelista (PROS), Vagner de Oliveira (PR), Zé Márcio (PV), Léo de Oliveira (PMN) e Julio Gasparette (PMDB), além do presidente da Câmara. A diretora do Legislativo Maria Aparecida Fontes Cal ressaltou que a Escola do Legislativo se consolida como polo na Zona da Mata “com o papel de repartir conhecimento e replicar o saber”.

O Plano Diretor foi definido como instrumento básico para orientar o desenvolvimento e o ordenamento da expansão urbana. É uma lei municipal elaborada pela Prefeitura com a participação da Câmara de Vereadores e da sociedade civil.

O estágio da revisão na cidade foi informado pelo engenheiro Álvaro Giannini, da Secretaria de Planejamento da Prefeitura. Ele lembrou que o atual plano é de 2000 e a atualização se dá em parceria com a UFJF e participação da comunidade. Do cronograma constaram seis seminários com profissionais de várias áreas de conhecimento. A partir da nova divisão territorial, com oito regiões, foram promovidas oficinas e colóquios. O anteprojeto de lei foi elaborado e os delegados puderam apresentar propostas. No momento o projeto encontra-se na fase final de elaboração. O fecho se dará com a tramitação da matéria na Câmara.
 
 
Exposições
        
A questão urbana foi considerada fundamental por Liana Portilho, advogada, especializada em Análise Urbana e Mestre em Direito da Cidade. O Plano Diretor, segundo ela, traduz o desejo da população com valores fundamentais do bem comum. A apresentação da especialista abordou aspectos históricos da propriedade como direito absoluto até alcançar função social, mesmo caminho percorrido pela legislação. A Constituição de 88 seguida do Estatuto das Cidades foram citados como marcos por preverem uma política de desenvolvimento e expansão urbana. Nesse contexto, as Câmaras Municipais consolidaram-se como principal foro de debate.

O impacto das políticas públicas foi o mote da fala da consultora especializada em Direito Urbanístico e Patrimônio Cultural, Mila Batista Leite Corrêa da Costa. O protagonismo do município no processo de formulação do Plano Diretor foi reafirmado por ela.

Pesquisa realizada entre 2007 e 2011 pelo Ministério das Cidades em 526 municípios resultou em avaliação e recomendações analisados por ela. Foi observado que quase 90% dos municípios elaboraram planos. Em 2007, 980 dispunham do instrumento, número que chegou a 3018 em 2011. Entre os problemas foram identificados falta de efetividade refletida em centros metropolitanos que não operam de forma adequada, ausência de tratamento de questões fundiárias e precária política de saneamento ambiental.
 
 

Escola do Legislativo promove capacitação de servidores para melhoria dos serviços prestados à população


Nos dias 4, 5 e 6 de novembro a Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor William Coury Jabour” promove, em parceria com o SEBRAE, uma capacitação dos servidores do Legislativo que diretamente prestam serviços aos cidadãos de Juiz de Fora.

A ementa resumida do curso é: Histórico do Estado Democrático de Direito; Princípios do Atendimento ao Cidadão; Bom Atendimento x Bom Tratamento; Visão Sistêmica do Atendimento; Conceitos de Eficiência, Eficácia e Efetividade; Competências do Servidor Público que atende ao cidadão; Instâncias das Competências; Inteligência Emocional; Como lidar com Reclamações ou Situações Anormais; Cliente Externo, Interno e Usuário; Mudança de Hábito Comunicacional; Atendimento ao Cidadão com Deficiência; Redes Sociais x Bom Atendimento.

“A busca permanente da qualidade e a formação contínua dos servidores, como nesta iniciativa juntamente com o SEBRAE, é um objetivo da Escola do Legislativo de Juiz de Fora, que agora conta com um ambiente de sala de aula devidamente equipado”, destacou o Supervisor das Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures.

 

Transparência: Servidores da Câmara passam por capacitação em Mídias Sociais

 

Capacitar os servidores da Câmara visando aperfeiçoar os canais de comunicação do Legislativo com a sociedade. Este é o principal objetivo do curso de Gestão de Redes Sociais que a Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor Willian Coury” está oferecendo a cerca de 40 servidores da Câmara, desde a última semana.

Ministrado pelo jornalista e diretor de Planejamento da empresa Tripé Comunicação e Designer, Thiago Valério, a capacitação é dividida em cinco módulos, três ministrados na última semana, e dois nesta, com término na quarta-feira, 14.

Durante os cinco módulos, os servidores puderam conhecer o perfil dos profissionais de mídias sociais na política, planejamento estratégico, a dinâmica das redes facebook, Instagram, Whatsapp, Twitter, Google+ e Youtube, gestão de conteúdo, monitoramento e gerenciamento de crises, entre outros.

Para a diretora Legislativa, Maria Aparecida Fontes Cal, a capacitação em mídias sociais vai garantir mais transparência nas ações do Legislativo, democratizando as informações.

A Escola do Legislativo de Juiz de Fora foi criada no ano de 2008 quando constatada a necessidade de um instrumento interno de fomento à aprendizagem e à capacitação do servidor, aliada à proposta da Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais na formação de uma rede de Escolas do Legislativo no âmbito do Estado. 

A Câmara de Juiz de Fora, também por meio da sua Escola do Legislativo, tem a missão de atuar como polo regional na Zona da Mata, colocando-se a disposição para firmar parcerias de trabalhos com o objetivo de capacitar os servidores que atuam nas câmaras municipais da região.

 
 

Outubro Rosa - Escola do Legislativo oferece palestra para servidoras

 

Nesta segunda-feira, 05, a Câmara Municipal ofereceu às servidoras uma palestra de conscientização e prevenção ao câncer de mama e a valorização da saúde da mulher, em comemoração ao "Outubro Rosa". A palestra foi uma iniciativa da Escola do Legislativo "Professor Willian Coury Jabour" em parceria com o Hospital Ascomcer.

A palestrante Maria Heloisa Bnetes Couri - enfermeira Oncologista do hospital Ascomcer, explicou que o objetivo é formar multiplicadores. "Queremos que pessoas levem o aprendizado para suas famílias e amigos. Essa é uma doença que acomete mulheres de 50 a 69 anos, mães e avós. Queremos que elas desenvolvam esta ideia de fazer periodicamente o exame da mamografia ", disse.

A palestrante também informou que durante todo este mês de outubro o Hospital Ascomcer irá realizar 300 exames a mais para atender toda a demanda. "O hospital já oferece 600 mamografias mensais. Para atender toda a população será estendido os horários e haverá atendimentos aos sábados. No total serão oferecidas 900 mamografias durante todo o mês de outubro". A enfermeira ainda informou que para as mulheres realizarem os exames, elas precisam estar com a guia de solicitação de mamografia, que pode ser retirada em qualquer posto de saúde, e ser emitida até mesmo por um enfermeiro.

Ainda durante este mês, o Hospital irá oferecer a cãominhada que será realizada no dia próximo dia 18 justamente para mostrar que os animais também sofrem com esta doença do câncer de mama. Informações 3311-4000.
 

Informações: 3313-4734 / 4941 – Assessoria de Imprensa


 

Câmara reúne representantes de 12 municípios da região em curso de capacitação

 

Atuando como polo regional na Zona da Mata na área de capacitação, a Escola do Legislativo de Juiz de Fora “Professor William Coury Jabour” reuniu cerca de 60 pessoas de 12 câmaras da região para o curso Controle Interno: Aspectos Relevantes na Gestão Legislativa, oferecido durante toda esta terça-feira, 1.
 
Ministrado pela diretora Legislativa da Câmara de Juiz de Fora, Maria Aparecida Fontes Cal, o curso abordou diversas formas de controle interno e citou alguns aspectos pertinentes aos servidores que atuam nesta área. “Os funcionários que atuam no Controle Interno são responsáveis por dezenas de atribuições, entre elas, passar as informações de forma correta, pois as mesmas podem implicar em multas no Tribunal de Contas, quando apresentadas de forma incorreta”.
 
A especialista afirmou que os tópicos fundamentais para um bom desenvolvimento da Casa é “ouvir, apurar, corrigir, informar, sendo esses os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Ela considerou o curso de extrema importância, contribuindo para uma administração transparente e com credibilidade. “Devemos ter sempre a preocupação e zelo com o dinheiro público”, destacou.
 
Aparecida Cal ainda destacou o importante papel da Escola do Legislativo de Juiz de Fora. “Nosso objetivo não é capacitar somente os servidores da Câmara de Juiz de Fora, mas também os agentes públicos das demais Câmaras Legislativas da região ou qualquer outro órgão que queira participar e aperfeiçoar seus conhecimentos”, enfatizou.

O evento contou com a participação dos servidores das Câmaras Municipais de  Muriáe, Recreio, Viçosa,  Simão Pereira Coronel Pacheco, Piau, Matias Barbosa, Ubá, Leopoldina, Rio Preto, Tocantins, Bocaina de Minas e Cisdeste.
 
 
Download do curso


 

Valorização do servidor: Câmara oferece curso em parceria com a ALMG

O presidente da Câmara, vereador Rodrigo Mattos (PSDB), acompanhou na tarde desta quarta-feira, 1º, o curso de Redação Oficial que a Câmara está oferecendo para servidores do Legislativo de Juiz de Fora e de outras cidades como Coronel Pacheco, Olaria, Tocantis, Recreio e Lamim. A capacitação é realizada em parceria com a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e conta com a participação do presidente da Câmara da cidade de Lamim, Waldiney de Souza.


Rodrigo destacou a importância da capacitação para o aperfeiçoamento do trabalho dos servidores e enfatizou que o Legislativo de Juiz de Fora é referência para toda a região, afirmação compartilhada pela professora da ALMG que ministra o curso. “O Legislativo juiz-forano é um dos nossos parceiros preferenciais em Minas pela seriedade e profissionalismo constantes”, afirmou Maria Isabel Gomes.

O objetivo do curso, com carga horária de 12 horas, tem o objetivo de oferecer ao aluno o conhecimento de estratégias lingüísticas que lhe possibilitem desenvolver ou aprimorar a habilidade de elaborar requerimentos, ofícios, cartas, memorandos e mensagens eletrônicas.

 
 

Sociedade desconhece os prós e contras da Reforma Política em debate no país

 

A Reforma Política que visa melhorar o sistema eleitoral no país pode ser votada na próxima semana. Personalização do voto, financiamento de campanhas, fim da reeleição, aumento do tempo do mandato do Executivo para 5 anos, dos senadores para dez, coincidência e prorrogação dos mandatos são apenas alguns dos itens desta celeuma que impera nas discussões atuais do Congresso e que dominaram os debates do plenário do Palácio Barbosa Lima na manhã desta sexta-feira, 15.

 

Vereadores e servidores das câmaras municipais de Juiz de Fora e de mais dez municípios da região participaram do Encontro com a Política, projeto desenvolvido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e que teve como tema a Reforma Política. O evento foi aberto pelo presidente da Câmara, Rodrigo Mattos (PSDB), que considerou a discussão de suma importância neste momento em que o Congresso Nacional está prestes a votar a matéria. A explanação dos debatedores alertou sobre a inexistência de fórmulas capazes de resolver todos os problemas e opções que podem agravar o quadro, citando o Distritão como uma delas.

 

Os reflexos nas eleições e campanhas eleitorais foram expostos pelo professor da UFJF, Paulo Roberto Figueira Leal, mestre e doutor em Ciência Política. Ele ponderou quanto à necessidade de um debate prévio sobre a concepção do que seja um bom parlamento para o povo brasileiro e das conseqüências de cada proposta. “A sociedade vive um dilema esquizofrênico. Há necessidades de ajustes no nosso sistema eleitoral? Há. Mas quais são os vícios deste sistema que precisam ser combatidos? A sociedade ainda não está devidamente esclarecida sobre o assunto”, afirma o professor da UFJF

 

O primeiro ponto abordado por Paulo Leal foi o financiamento das campanhas que gera, segundo ele, relações promíscuas entre agentes públicos e financiadores. Ele considera improvável a adoção do financiamento exclusivamente público e esclarece que é pouco praticado em todo mundo. “O financiamento exclusivamente privado também é incomum. Já o misto tem sido o mais adotado. Porém, com severas restrições a doações de empresas. Isso em função do entendimento de que acontece com interesses de retorno.

 

A excessiva personalização do voto foi outro problema citado pelo professor, caso seja aprovada o Distritão, proposta que substitui o atual sistema proporcional para o Legislativo pela eleição dos mais votados nos estados e nos municípios, no caso de vereadores. O empecilho para construção de maiorias sólidas, segundo ele, dificultam a construção de projetos coletivos.

 

A adoção do Distritão preocupa o professor na medida em que não soluciona nenhum dos vícios diagnosticados. “Esse sistema diminui a solidariedade partidária, aumenta tendência de cada um cuidar de si, aumenta a tendência de busca por financiamento da forma que for possível e aumenta custos de campanha. Os problemas e vícios serão até aprofundados,” alertou.

 

O Juiz Titular do TRE-MG, Wladimir Rodrigues Dias, doutor em Direito Público e mestre em Administração Pública, concordou com a ponderação. “Com o Distritão, os Estados seriam divididos em circunscrições. Parte das escolhas seria proporcional e parte majoritária. A concorrência ficaria mais radicalizada, a figura do candidato fortalecida a partir de campanhas focadas em projetos personalistas, e os  partidos enfraquecidos”.

 

Durante abordagem sobre o sistema Eleitoral e Partidário, Wladimir reafirmou que não há proposta perfeita e que a reforma política não resolverá todos os problemas sociais, econômicos e políticos. Outras questões também estão sendo consideradas como o fim da reeleição, o fim das coligações, aumento do tempo do mandato do Executivo para cinco anos e dos senadores para dez, a coincidência e prorrogação dos mandatos e até o mandato tampão.

 

A realização do debate foi proposta em plenário pelo vereador Chico Evangelista (PROS). Também participaram dos trabalhos os vereadores André Mariano (PMDB), Vagner de Oliveira (PR), Ana Rossignoli (Ana do Padre Frederico-PDT), João do Joaninho (DEM), Antônio Aguiar (PMDB), Zé Márcio (PV), Jucelio Maria (PSB) e a diretora do Legislativo Maria Aparecida Fontes Cal.

 

A coordenação ficou sob a responsabilidade da Escola do Legislativo Professor Willian Coury Jabour. O advogado Sérgio Loures, do Centro de Atenção ao Cidadão (CAC) da Câmara de Juiz de Fora e representante da Escola, informou que o Legislativo da cidade é considerado polo de capacitação das Câmaras da Zona da Mata.

 


ESCOLA DO LEGISLATIVO DE JUIZ DE FORA – ELEJUF INICIA SUAS ATIVIDADES EM 2014

 

Com reunião realizada no dia 4 de fevereiro, na sala da Direção Geral do Legislativo, o Conselho Geral da Escola se reuniu, em cumprimento ao que determina o Ato nº 97/08, que aprovou o Regimento Interno da Escola do Legislativo, para analisar e aprovar o Cronograma prévio de atividades para o primeiro semestre de 2014.

Estiveram presentes à reunião, a Diretora Geral do Legislativo, Drª Maria Aparecida Fontes Cal, o Diretor Administrativo, Fernando Cesar dos Santos, o Diretor da ELEJUF, Luiz Eugênio Ribeiro Bastos, o Supervisor das Atividades da Escola, Sérgio Loures e o servidor Robson Caetano, do Centro de Atenção ao cidadão.

Outras atividades poderão ser incluídas no Cronograma do primeiro semestre, conforme as demandas sejam verificadas pelos responsáveis pela ELEJUF.


SERVIDORES SE ENCONTRAM PARA DISCUTIR A NOVA ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

 

Nos dias 5 e 6 fevereiro, com o apoio da Direção Geral do Legislativo e da Escola do Legislativo de Juiz de Fora - ELEJUF, a servidora Nilma Ferreira, responsável pela Divisão de Arquivos e Registros Processuais, coordenou o encontro com os representantes de todos os setores administrativos e gabinetes da Câmara Municipal para informar sobre os novos procedimentos de organização dos processos administrativos.

A próxima etapa para implantação de novas regras para organização e tramitação dos processos será a experiência prática por um prazo de três meses, oportunidade em que poderão ser dadas sugestões para que a Mesa Diretora, por meio de Ato próprio, regulamente a matéria.

Com a publicação do Ato será encerrado o processo de implantação dos novos procedimentos iniciado em 2013, quando da criação da Divisão de Arquivos e Registros Processuais, pela Lei nº 12.789/13, seguida do curso de Gestão de Documentos, que contou com a presença do servidor da Assembleia Legislativa, Wendel Assis, e a elaboração da minuta do Ato moldado à realidade da Câmara Municipal.




REPRESENTANTES DA CÂMARA PREPARAM EVENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA TV CÃMARA

 

Em reunião com o Diretor da TV Assembleia, Rodrigo Lucena, servidor de carreira da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no dia 18 de fevereiro, em Belo Horizonte, a Coordenadora de TV da Câmara Municipal de Juiz de Fora, Bruna Barbosa, e o Supervisor das Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures, foram acertados os detalhes para a realização de um evento para marcar o início das atividades da TV Câmara.

O evento acontecerá no dia 12 de março, no Plenário da Câmara Municipal, com a realização de uma palestra envolvendo todos os servidores da Casa, na parte da manhã, e um Workshop destinado aos vereadores e seus assessores, na parte da tarde.

O objetivo é divulgar os novos serviços colocados à disposição da sociedade de Juiz de Fora, com a transmissão ao vivo das reuniões ordinárias, além da veiculação de programação de interesse do Legislativo e da comunidade, por meio do sinal da TV Assembleia.


DEFINIDAS AS PRÓXIMAS ETAPAS DE CAPACITAÇÃO SOBRE OS NOVOS PROCEDIMENTOS DE ORGANIZAÇÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

 

Reunidos, no dia 21 de fevereiro, com a Diretora Geral do Legislativo, Drª Maria Aparecida Fontes Cal, a Presidente da Comissão de Controle Interno, Drª Janice Nascimento, o Supervisor das Atividades da Escola do Legislativo, Sérgio Loures, e a Chefe da Divisão de Arquivo e Registros Processuais, Nilma Lima,  foram acertados os detalhes para as próximas etapas de implantação dos procedimentos de organização dos processos administrativos.

O próximo passo da capacitação será a implantação dos novos procedimentos na Divisão de Compras, responsável por boa parte da autuação dos processos administrativos da Casa, estendendo as rotinas para outros setores afins na tramitação dos processos.

Realizada esta etapa, serão feitas oficinas práticas com os demais setores da Câmara Municipal com o objetivo de vivenciarem as novas rotinas a serem implantadas, culminando com a formalização final do Ato da Mesa Diretora, que regerá os novos procedimentos.



VEREADORES E SERVIDORES PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO SOBRE A TV CÂMARA

 

A Escola do Legislativo em parceria com a Coordenadoria da TV Câmara promoveu na última quarta-feira (12/03) uma capacitação para vereadores e servidores sobre o novo veículo de comunicação do Legislativo. A TV Câmara de Juiz de Fora está em fase de implantação e em breve irá transmitir ao vivo as reuniões ordinárias no canal a cabo da TV Assembleia de Minas. Na programação de duas horas diárias também serão incluídos conteúdos informativos, educativos e de orientação social.

Na parte da manhã uma palestra reuniu os servidores no Plenário. O diretor de rádio e TV da Assembleia de Minas Gerais, Rodrigo Lucena, ministrou o encontro sobre a importância da TV para uma casa Legislativa. O jornalista participou da implantação do canal em Belo Horizonte e relatou as mudanças que ocorreram após o início das transmissões.

“A cidadania é o foco da TV Legislativa. O objetivo é ampliar a transparência e mostrar à população os atos dos vereadores. É um investimento que vale a pena pelo retorno social que proporciona”, afirmou.

Rodrigo, que também é presidente da Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (ASTRAL), falou ainda sobre o desenvolvimento das TVs com a chegada do canal digital e a possibilidade de troca de conteúdos pelas Câmaras que integram a associação.
No período da tarde um treinamento foi feito com os vereadores e assessores. A Coordenadora da TV Câmara, Bruna Barbosa, apresentou dicas sobre como se comportar na TV. Um vídeo, preparado pela equipe da TV Câmara, também foi exibido.

“A Câmara terá uma grande visibilidade por meio da TV. É importante que os vereadores estejam bem preparados para a nova empreitada. O treinamento fornece diversas orientações, incluindo postura e linguagem adequadas”, esclareceu a Coordenadora.

O presidente da Câmara, Julio Gasparette (PMDB), agradeceu a parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais e reforçou o retorno positivo trazido pela TV.

Como vereador em meu quarto mandato, acredito que é uma iniciativa que trará muitos benefícios para a cidade e uma mudança positiva no Legislativo. Queremos trazer a população para dentro da Câmara por meio da TV”.


ELEJUF PROMOVE DEBATE SOBRE POLÍTICA

 

      Vereadores e servidores da região se reuniram nesta sexta-feira (16/05), na Câmara Municipal de Juiz de Fora, para discutir a Política e o Legislativo. As razões da pequena participação feminina nesse campo e a trajetória da participação popular foram destacadas pelos palestrantes. O presidente da Casa, Julio Gasparette (PMDB), deu as boas vindas aos presentes e incentivou a capacitação e busca permanente de informações por parte dos trabalhadores. Florian Madruga, presidente da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo (Abel), ressaltou a importância da divulgação do papel do parlamentar. O evento, promovido pela Escola do Legislativo de Juiz de Fora (Elejuf), teve representantes do Comitê de Cidadania com um dos presentes.
     A neta de Luís Carlos Prestes, a doutora em Ciências Políticas pela UFMG, Ana Maria Prestes Rabelo, chamou atenção para a pequena participação da mulher na política. A presença das brasileiras no parlamento é uma das menores do mundo (8%), o que é agravado pela pouca visibilidade que possuem.
     Ela atribuiu o problema a três fatores. A reprodução, há séculos, da estrutura do patriarcado, que faz com que a mulher acumule suas funções com atividades domésticas. A estrutura política, com o preenchimento artificial  da cota de 30%, apenas para cumprimento da legislação, além da falta de valorização do papel social da mulher dentro dos próprios partidos.
     Ana Maria também demonstrou suas origens, oriunda de uma família de mulheres fortes. Dona Leocádia, mãe de Luís Carlos Prestes, conseguiu promover uma campanha internacional para resgatar a neta, Anita, em um campo de concentração nazista. A alemã Olga Benário, mulher de Prestes, foi uma grande líder comunista internacional. Altamira, uma jovem militante pernambucana, designada para cuidar da segurança de Prestes após a cassação do Partido Comunista, nunca permitiu a aproximação da polícia política. Ele também se tornou sua mulher.


História

     A História do Legislativo e os desafios atuais foram abordados pelo professor Antônio Barbosa. Ele usou de técnicas e sensibilidade humana para analisar a trajetória no século XX, com avanços nos direitos políticos e civis, não acompanhados, entretanto, pelos sociais.
     Um retrospecto foi feito desde a República até os dias atuais. A segunda Guerra Mundial foi considerada um momento fundamental, na medida em que, ao final, incentivou o respeito à dignidade humana, e a ONU elaborou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, com reflexos positivos no Brasil.
    A industrialização e urbanização do país a partir da década de 50 foi outro momento marcante. Surgiram grandes empresas como a Vale do Rio Doce e a Petrobras. Dos 90 milhões de brasileiros em 1970, 39 milhões migraram do campo para a cidade. Começou aí o fortalecimento dos sindicatos.
    Nos anos 60, dois projetos estavam em jogo. Uma tentativa de humanizar o capitalismo brasileiro e outro processo de modernização pela via ditatorial. Mesmo com a introdução desse sistema, Antônio Barbosa enfatiza que a política brasileira não acabou. As eleições municipais mobilizaram a população. Em 1974, com a crise do Petróleo e decadência do chamado Milagre Brasileiro, a oposição teve mais votos que a situação. O lançamento da candidatura de Ulysses Guimarães a presidente da República, mesmo com eleições indiretas, possibilitou a divulgação da mensagem oposicionista. Foi o início do fim do governo militar. Em 79, o país conquista a Anistia e cresceu a luta pelas diretas para presidente, consolidadas em 1984.


 

 SERVIDORES DA DIVISÃO DE AQRUIVO E REGISTROS PROCESSUAIS PARTICIPAM DE ENCONTRO SOBRE PROCEDIMENTOS LICITATÓRIOS 
 

 Registros Processuais participaram juntamente com o Supervisor de Assessoramento e Atividades da Escola do Legislativo de Juiz de Fora de um encontro para discutirem os procedimentos e as rotinas legais  que envolvem as licitações, especialmente na modalidade de Pregão.

 

 

 

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons