Buscar
 

Arquivo de Notícias

03/09/2019

Usuários da UBS Alto Grajaú pedem permanência de médico em visita do Fiscaliza JF

Usuários da unidade fizeram abaixo-assinado para permanência do médico que lá atende há 3 anos e está aprovado no concurso público 

 

Referência para o atendimento de 8 mil usuários entre os bairros Grajaú, Três Moinhos e  Nossa Senhora Aparecida, a Unidade Básica de Saúde do Alto Grajaú recebeu na terça-feira, 03, a visita do Fiscaliza JF, órgão de apoio do Poder Legislativo que recebe reclamações e sugestões da população com relação a equipamentos públicos mantidos pelo Executivo. As principais necessidades apontadas pelos usuários estão relacionadas à equipe de atendimento, que há três anos conta com um médico do Programa Saúde da Família e mesmo aprovado no concurso público não foi autorizado a permanecer na UBS, sendo lotado na UBS do bairro Industrial, nesta quinta-feira. 

De acordo com a presidente do Conselho Local de Saúde, Sônia Borcard, a comunidade fez um abaixo-assinado para pleitear a permanência do médico, Thiago Guimarães, que já está familiarizado com os pacientes e desenvolve trabalhos de clínica geral, além grupos de apoio ao tabagismo. “Até então o que a gente sabe é que vamos ficar sem médico, sendo que temos um trabalho todo estruturado em consultas e agenda” salientando que a Prefeitura não informou se há previsão para designação de outro médico para a unidade.

Ainda com relação ao atendimento na Unidade, a enfermeira chefe, Ludmila Jannuzzi, contou que para este ano não há mais vagas na coleta de sangue para exames. São apenas 5 vagas por dia e devido ao número de usuários a fila se estende por meses. Durante a visita, a equipe do Fiscaliza também observou problemas na infraestrutura do imóvel. A enfermeira também apontou rachaduras na parede da sala onde se reúnem os Agentes Comunitários, e informou que em dias de chuva as infiltrações impedem o andamento do trabalho. 

O presidente da Câmara, Luiz Otávio Coelho - Pardal (PTC) acompanhou a visita, que integra o objetivo de ouvir os usuários das 64 Unidades Básicas de Saúde, e esclareceu que o trabalho do Fiscaliza é fornecer subsídios para que o Legislativo possa cobrar da Prefeitura as respostas para as questões. “Precisamos fazer um levantamento de tudo que é necessário e vamos levar ao Executivo para que ele possa tomar as medidas de fato e de concreto, com tudo o que diz respeito ao espaço físico aqui da unidade e bem como também ao profissional que precisa ser mantido aqui a pedido de todos, sem excessão, para a realização do seu trabalho”, finalizou.


 

Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa

 

Visualizada pela 54ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons