Buscar
 

Arquivo de Notícias

02/10/2019

Estudantes participam da cerimônia de encerramento do Parlamento Jovem

Alunos do Ensino Médio aprenderam sobre política e cidadania, além de elaborarem propostas de combate à discriminação étnico-racial 

A cerimônia de encerramento da edição 2019 do Parlamento Jovem (PJ) aconteceu nesta quarta-feira, 2. Durante o ano, os alunos que participaram do projeto discutiram medidas para combater a discriminação étnico-racial e receberam oficinas sobre política e cidadania.

O projeto contempla estudantes do Ensino Médio interessados em conhecer o trabalho desenvolvido no Legislativo. Para ministrar as oficinas, a Câmara conta com o apoio da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O coordenador do PJ, Sérgio Dutra, explica que a intenção é educar para a cidadania. “O Parlamento Jovem está inserido na ideia de educar os alunos para que eles sejam capazes de exercer a cidadania conhecendo mais sobre política”, disse.

Nesta edição, cinco instituições de ensino participaram do PJ: os colégios Jesuítas, Nossa Senhora do Carmo e Tiradentes; e as escolas estaduais Dilermando Costa Cruz e Henrique Burnier. Os alunos elaboraram propostas de lei para reduzir a discriminação étnico-racial que foram discutidas em três etapas: municipal, regional e estadual.  

No último dia 20 de setembro a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, recebeu 120 estudantes para a Plenária Estadual. O aluno do Colégio do Carmo, João Victor Kalil, representou Juiz de Fora nesta etapa. “Ter contato com pessoas de diferentes realidades é muito agregador, auxilia na nossa construção como ser humano e faz parte do processo de formação de conhecimento. A única má notícia para mim é que, como estou no terceiro ano, essa foi a minha primeira e última participação no projeto”, conta o estudante. 

A estudante Ester Graia, que também representou Juiz de Fora na etapa estadual, ressalta o papel do projeto em sua formação. “O Parlamento Jovem aumentou meus conhecimentos sobre política e mudou minha visão de mundo. Além disso, possibilitou que eu fizesse novas amizades e aperfeiçoasse outras”, conclui. Para a aluna Marina Ferreira, que participou das etapas municipal e regional, o PJ proporcionou uma experiência de autoconhecimento. “Eu comecei com uma expectativa muito alta e, ainda assim, todas as minhas expectativas foram ultrapassadas. Quando eu vim na Câmara pela primeira vez, eu falei que iria tentar aproveitar 100% do projeto e posso dizer, que consegui”, diz. 

Foram aprovados 16 projetos na etapa estadual. Estas propostas foram encaminhadas aos deputados estaduais por meio da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa e, depois de analisadas, podem se transformar em projetos de lei ou, ainda, em pedidos de providências ao Poder Público. 

O tema da edição de 2020 foi escolhido pelos próprios participantes, durante a Plenária Estadual. No próximo ano a temática debatida será “Meio ambiente e desenvolvimento sustentável”. O coordenador do PJ em Juiz de Fora ressalta que, no começo de 2020, todas as escolas da cidade que possuem estudantes no Ensino Médio serão procuradas para manifestar interesse em participar do projeto. 


Informações: 33134734 / 4941 - Assessoria de Imprensa

 

Visualizada pela 102ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons