Buscar
 

Arquivo de Notícias

06/11/2019

Câmara Mirim define propostas que serão levadas à Comissão de Participação Popular

O tema debatido pelos estudantes foi acessibilidade nas escolas

 

A Plenária Municipal do projeto Câmara Mirim aconteceu nesta quarta-feira, 6. Os alunos que compõem a iniciativa elaboraram propostas de lei sobre o tema da edição deste ano: "Acessibilidade para pessoas com deficiência nas escolas". Na Plenária, os estudantes aprovaram os melhores projetos. 

O Câmara Mirim oferece oficinas de capacitação sobre política e cidadania para estudantes de 8° e 9° ano do Ensino Fundamental. Nesta edição, os alunos foram divididos em grupos de trabalho, nos quais foram discutidas e selecionadas propostas relacionadas a dois subtemas: escola inclusiva e educação inclusiva. 

A estudante do Colégio Vianna Júnior, Bárbara de Mendonça, que participou do grupo de trabalho sobre educação inclusiva, destacou que o momento de discussão foi muito proveitoso. "Todos votaram pensando em aprovar o melhor para as pessoas com deficiência e não em aprovar o projeto sugerido por nossa escola. Nós debatemos muito e as propostas que que aprovamos para serem discutidas hoje são muito boas e podem ser realmente aplicadas", disse a aluna.

Durante a Plenária, a dinâmica de discussão de sugestões permite que os alunos modifiquem, aglutinem ou excluam propostas. Das nove propostas apresentadas, quatro foram aprovadas. No subtema sobre escola inclusiva, foram escolhidas as seguintes propostas: a obrigatoriedade do poder público adaptar a estrutura das dependências das escolas para pessoas com deficiência e a obrigatoriedade de oferecer material didático e equipe multidisciplinar, além de aulas de reforço para pessoas com deficiência. Já no subtema sobre educação inclusiva, uma das propostas selecionadas prevê que o poder público ofereça cursos de capacitação para os docentes e forneça a instrumentalização necessária para proporcionar educação inclusiva.  O outro projeto aprovado prevê uma parceria entre editoras de livros e o município de Juiz de Fora com o intuito de disponibilizar materiais didáticos em Braille e audiolivros.

O presidente da Casa, Luiz Otávio Fernandes Coelho - Pardal (PTC), ressaltou que a participação dos estudantes no projeto é muito importante para conhecer o papel desempenhado pelo Legislativo. "Os alunos estão tendo a oportunidade de compreender o papel dos vereadores e do poder público. Através da Plenária, eles estão tendo a vivência de como funciona o processo democrático de votação e de tomada de decisão", afirmou.

As propostas aprovadas passam a compor um documento, que é enviado para a Comissão de Participação Popular da Câmara Municipal. “Todas as sugestões são analisadas pela Comissão e àquelas que forem consideradas pertinentes irão tramitar no Legislativo como um projeto de iniciativa popular”, explicou o coordenador do Câmara Mirim, Sérgio Dutra. 

Mais de 120 alunos participam desta edição do projeto.  A cerimônia de encerramento do projeto acontece no dia 22 de novembro, no Plenário da Câmara.  As escolas que integram a Câmara Mirim este ano são: Centro de Educação Interativa, Centro Educacional Aguiar Celeghini (CEAC), Colégio CNEC Juiz de Fora, Colégio dos Jesuítas, Colégio Metodista Granbery, Colégio Vianna Júnior, Escola Municipal Áurea Bicalho, Escola Municipal Dr. Adhemar Rezende de Andrade, Escola Municipal Dr. Paulo Japyassu, Escola Municipal Henrique José de Souza, Escola Municipal Rocha Pombo, Escola Municipal União da Betânia, Escola Municipal Vereador Marcos Freesz e Instituto Estadual de Educação de Juiz de Fora.

 

 Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa

Visualizada pela 64ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons