Buscar
 

Arquivo de Notícias

06/12/2019

Guarda Civil de JF apresenta reivindicações durante Tribuna Livre

Presidente da Associação dos Guardas Municipais ressaltou a necessidade de nomeação de seis candidatos aprovados no concurso.

 

A celebração dos 11 anos da Guarda Civil da cidade foi marcada pela fala do Presidente da Associação dos Guardas Municipais de Juiz de Fora, Cristian Nunes de Morais, na Tribuna Livre “Elói do Amaral”, nesta quinta-feira, 5. A ocasião comemorativa teve como ponto central as reivindicações sobre as condições de trabalho dos profissionais. Entre os principais pedidos estão  a criação de um plano de carreira, a nomeação de seis aprovados no último concurso e o uso de arma de fogo pelos profissionais. Em relação ao plano de carreira, Cristian pediu apoio ao presidente da Casa, vereador Luiz Otávio Fernandes Coelho (Pardal - PTC), e aos demais vereadores para que as discussões sobre o plano sejam iniciadas pelo Poder Executivo. 

Durante a Tribuna Livre, o plenário contava com guardas municipais e seus familiares, que abriram uma faixa com a frase “GMJF Somos 30”. A frase é uma referência ao número de guardas previsto e que não está completo devido à demora nas nomeações dos aprovados, de acordo com o apresentado por Cristian. Ele explicou ainda que a Associação está oferecendo assistência jurídica aos aprovados e que a Prefeitura, embora haja as vagas previstas, opta por não nomear. “Poderíamos ser destaques no estado, mas somos pessimamente aproveitados”, afirmou. Cristian se refere à Guarda Civil da cidade de Betim, que apresenta semelhança nos índices populacional e de arrecadação em relação a Juiz de Fora, e tem uma Guarda Civil mais unida e focada nos interesses do coletivo institucional. 

Quanto à demanda por armas de fogo, Cristian explicou que a vida dos profissionais está em constante risco, e que a permanência no ofício exige proteção. Ele pediu que fossem elaborados relatórios com as ameaças de morte que os profissionais sofrem cotidianamente. A fala de Cristian foi corroborada pelos vereadores Sargento Mello Casal (PTB) e Vagner do Sindicato (PTB); este reforçou, no entanto, que é contra o armamento da população, mas é a favor do uso de armas de fogo por autoridades constituídas. Os vereadores André Mariano (PSC), Vagner do Sindicato e Antônio Aguiar (MDB) lembraram também que previram no orçamento de 2020 emendas parlamentares para a Guarda Municipal.

 

Informações: 3313-4734/ 4941 - Assessoria de Imprensa

Visualizada pela 584ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons