Buscar
 

Arquivo de Notícias

07/04/2021

Câmara apresenta o Manual de Redação e Estilo da Superintendência de Comunicação Legislativa

Durante evento virtual nesta quarta, 7, foi apresentado o documento que tem por objetivo auxiliar e padronizar a produção de textos; conteúdo trata especialmente da padronização de setores ligados à comunicação
 

Focada na modernização e melhoria das práticas e rotinas de trabalho, a Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) promoveu na manhã desta quarta-feira, 7, um encontro virtual para apresentar o Manual de Redação e Estilo da Superintendência de Comunicação Legislativa. O documento foi elaborado por servidores da comunicação e é focado na produção e padronização de textos, com ênfase nos setores ligados à imprensa. Além disso, o guia busca a padronização das redações feitas pelo setor de Comunicação da Casa. Para marcar este momento importante para a CMJF, a Escola do Legislativo Professor William Coury Jabour convidou Ivan Capdeville Junior, redator/revisor da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), e Joyce Weber, redatora/revisora da Assessoria de Imprensa da CMJF, para falar aos participantes do encontro. 

O presidente da Casa, o vereador Juraci Scheffer (PT), abriu a reunião destacando a importância de um manual de estilo e como a padronização da escrita será fundamental para que a Câmara se aproxime cada vez mais da população. “Hoje, 7 de abril, comemoramos os 168 anos da Câmara Municipal de Juiz de Fora e, mais do que nunca, é preciso que a população se veja aqui. Que a Casa acolha todas as demandas, que as pessoas se sintam parte dela”, afirmou. 

Ivan Capdeville Junior abriu a sua fala destacando que Juiz de Fora tem uma vocação para a vanguarda. “Aqui, Bernardo Mascarenhas inaugurou a primeira hidrelétrica da América Latina para fazer rodar o tear da sua fábrica têxtil e, hoje, a cidade se faz pioneira mais uma vez com o lançamento do Manual de Redação e Estilo”, pontuou. Durante a conversa, o redator/revisor da ALMG afirmou que o guia é o resultado da superação de limites de tempo, de formação e também de política e que ele chega como um convite à democracia. “O manual não fixa limites, ele não engessa, ele inspira. Ele é apenas mais um meio para acender as mentes e iluminar um trabalho de mais alto nível”, disse. Finalizando a sua exposição, Ivan falou que “devemos compreender o manual como uma peça de educação” e que desejou que o tutorial cumpra a sua missão dentro e fora do Palácio Barbosa Lima. 

A redatora/revisora da Assessoria de Imprensa da CMJF e uma das idealizadoras do Manual de Redação e Estilo da Superintendência de Comunicação Legislativa, Joyce Weber, falou aos presentes do encontro on-line que um dos grandes exercícios da comunicação é “fazer o autor sumir e a informação brilhar” e que “a comunicação é a ponte entre o que a gente [serviço público] faz e a população”. Sobre o manual, a servidora fez questão de destacar que ele não foi feito para engessar o trabalho, mas sim para ajudar nas práticas do dia a dia. “O nosso guia é só mais um auxílio para padronizar, para criar um denominador comum, para que a gente possa criar um trabalho mais eficiente, sem desgastes, ruídos e com muito mais estratégia”, pontuou. Joyce também afirmou que comunicar com eficiência é “lembrar sempre o que estamos fazendo, que estamos atendendo a população e, por isso, precisamos ser impessoais. Nós estamos falando pela Casa. Não importa a nossa opinião pessoal, nós representamos a Câmara”. Sobre a padronização proposta pelo manual, Weber afirmou que o processo agiliza a comunicação e evita que haja ineficiência. “Para ser público é preciso ser acessível e se a gente fizer uma comunicação ineficiente, nós podemos ferir o princípio constitucional de publicidade, de tornar público, e por isso a acessibilidade de linguagem é fundamental”, finalizou. 

 

Mais informações: 3313-4734/ 4941 - Assessoria de Imprensa

Visualizada pela 80ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons