Buscar
 

Arquivo de Notícias

09/01/2019

Vereadores participam de reunião sobre reforma administrativa na Prefeitura

Os vereadores Júlio Obama Jr. (PHS),  Fiorilo (PTC), André Mariano (PSC), Sargento Mello Casal (PTB), Castelar (PT), Marlon Siqueira (MDB), Ana do Pde. Frederico (MDB) e o presidente da Câmara, Pardal (PTC), compareceram à Prefeitura Municipal de Juiz de Fora (PJF) nesta terça-feira, 8, para esclarecer as dúvidas em relação à proposta de reforma administrativa do governo municipal, com secretários da PJF.

O líder de governo, vereador Júlio Obama Jr., destacou a necessidade de estabelecer diálogo entre o Executivo e o Legislativo. “É importante ter esse momento de discussão para que todos entendam a proposta”, disse.

Os pontos da reforma administrativa apresentados foram a redução do número de secretarias de 18 para 15, por meio de junção de secretarias afins. A atual Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur) se juntará com a pasta de Agropecuária e Abastecimento (SAA); a Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) se unirá a de Meio Ambiente; e a Comissão Permanente de Licitação (CPL) irá se fundir à Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH). Além disso, outra proposta de reestruturação é a integração da Fundação Museu Mariano Procópio (Mapro) na Fundação Alfredo Lage (Funalfa). O  secretário de Comunicação Social, Michael Guedes, ressaltou que o intuito é reduzir a máquina pública sem afetar a prestação de serviços. “Não é necessariamente fazer a máquina menor, é fazer a máquina andar”.

A reforma administrativa contempla, ainda, a criação de cinco gabinetes intersetoriais para ampliar o diálogo entre as secretarias e otimizar o trabalho: o gabinete de Equilíbrio Financeiro, com representantes das Secretarias da Fazenda, Planejamento e Gestão (Seplag), da Procuradoria Geral do Município (PGM) e da SARH; o gabinete de Ações Planejadas, com representantes da Secretaria de Planejamento e Gestão, Desenvolvimento, Turismo e Agropecuária, Comunicação Social e Funalfa; o gabinete de Ações Sociais, com representantes das secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, Funalfa e Esportes; o gabinete de Participação Popular, com representantes das secretarias de Governo, Comunicação Social, Controladoria (Ouvidoria) e Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon); e o gabinete de Infraestrutura Urbana, com representantes das secretarias de Obras, Trânsito, Meio Ambiente e Ordenamento Urbano, Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), Secretaria de Segurança e Cidadania (Sesuc) e Empresa Municipal de Pavimentação e Urbanização (Empav).

O presidente da Câmara, enfatizou a relevância da reunião para sanar dúvidas sobre a reforma administrativa e suas consequências para a cidade. “Acima dos nossos interesses está o interesse da população de Juiz de Fora”, garantiu Pardal.

Os vereadores Fiorilo e André Mariano reforçaram a necessidade de tempo para que a proposta seja analisada com cautela pelos parlamentares antes da votação. Além disso, Mello, questionou a razão da Secretaria de Obras não estar unificada à Defesa Civil, visto que ele vislumbra a necessidade do trabalho em conjunto para facilitar o planejamento de ações no município.

Já Castelar demonstrou receio com os impactos da diminuição de órgãos do estado nas atividades desenvolvidas pelo poder público, enquanto Ana manifestou preocupação em relação ao funcionamento da reforma na prática, pois ela acredita haver falta de comunicação entre as pastas do governo. A mensagem do Executivo entra em pauta nesta quarta-feira, 10, para análise dos parlamentares.


Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa


 

Visualizada pela 413ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons