Buscar
 

Arquivo de Notícias

06/02/2019

Palestra marca início das atividades do projeto Câmara Sênior

A Câmara Sênior iniciou suas atividades a todo vapor na tarde da última terça-feira, 05, na sala da Escola do Legislativo de Juiz de Fora Professor William Coury Jabour. Marcando o preâmbulo das ações em 2019, os membros do projeto participaram de uma palestra ministrada pela representante do Fórum das Instituições de Longa Permanência para Idosos, Luciana Carneiro Fortuna Freguglia.

Na ocasião, a palestrante, que também está à frente da gestão da Pousada Vida Nova e Pousada Vida Bella, abordou o tema: O funcionamento das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) em Juiz de Fora. Para tanto, a palestrante iniciou trazendo um panorama histórico desde a constituição dos asilos, uma das modalidades mais antigas de atendimento ao idoso fora do convívio familiar, até os atuais modelos de ILPI’s, que, segundo ela, ainda hoje se apresentam como um cenário carregado de preconceitos.

“Diante do enfraquecimento dos laços de familiaridade e formas de apoio ao idoso, quem vai oferecer os cuidados necessários de que ele precisa? São questionamentos como esse que nos fazem atentar para a importância das ILPI’s. Elas não devem ser vistas como local de abandono, mas como um meio de assistência adequada e uma alternativa para as famílias”, explica Luciana. “A ideia é propor aos participantes da Câmara Sênior que conheçam de forma efetiva o trabalho dessas instituições, pois ainda há muitos tabus a serem quebrados”, enfatiza a profissional.

A coordenadora do projeto Câmara Sênior e assistente social, Flávia Duarte Tavares Flávio, acrescenta: “O objetivo desse primeiro encontro é iniciar uma discussão coletiva que possa gerar sugestões de políticas públicas buscando um atendimento de qualidade nas ILPI’s”. Para ela, o tema, que é pauta constante de discussões e atenção por parte do Fórum das ILPI’s, Conselho do Idoso e Coordenadoria da Terceira Idade, precisa ser amplamente tratado nos âmbitos da Câmara Municipal, que já desenvolve um trabalho voltado para o recebimento e encaminhamento de denúncias de violência e maus tratos contra idosos.

Outro assunto tratado durante a palestra diz respeito à legislação que rege as ILPI’s e a necessidade destas estarem devidamente certificadas pelos órgãos competentes. Segundo Luciana, existem 26 ILPI’s em Juiz de Fora, das quais 17 possuem certificação pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, vinculado à Secretaria de Governo (SG) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). Nesse cenário, 22 delas são particulares e quatro filantrópicas. Juntas, elas abrigam cerca de 600 idosos, além do número aproximado de dois mil atendidos por serviços de ​home cares​ por planos de saúde.

O projeto Câmara Sênior, desde 2018, vem sendo um espaço de diálogos entre os idosos com o objetivo de apresentar sugestões e propostas para o Legislativo e para o Executivo, tendo em vista a melhoria das condições de vida principalmente dos cidadãos e das cidadãs da terceira idade.


Informações: 3313-4734 / 4941 - Assessoria de Imprensa
 

Visualizada pela 213ª vez

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons