Buscar
 

Legislatura

José Mansueto Fiorilo (Fiorilo) (PTC)



Email: fiorilo@camarajf.mg.gov.br
Gabinete: Rua Halfeld, 955 Palácio Barbosa Lima - 4º andar - 401
Juiz de Fora - MG - CEP 36016-000
Tel: 3691-4721
Tel:

Opine sobre os Projetos de Autoria do Vereador:

Propostas para melhoria da saúde, da acessibilidade, aumento da inclusão social e da segurança estão entre as consolidadas pelo vereador José Mansueto Fiorilo (PTC) que inicia o terceiro mandato, com a vitória nas urnas, alcançada com 3.616 votos.

A preocupação em saber o que a população pensa e deseja se deu desde que ingressou na Câmara. Esse sentimento o levou a propor a lei que permite aos juiz-foranos opinar a favor ou contra as propostas em tramitação. A enquete via Internet foi a ferramenta disponibilizada para manifestação.

A defesa da vida foi constante ao longo dos anos. Por meio de lei, ele tornou obrigatória a instalação do Desfibrilador Automático Externo (DAE) em locais públicos e privados com grande concentração ou circulação de pessoas. Trata-se de um equipamento usado em pessoas que venham a sofrer de mal súbita.

O alerta do perigo da Dengue se deu com a determinação para que ônibus urbano, postos de saúde, UAPs, UPAS, hospitais e escolas de rede pública afixem a frase: Cuidado, a Dengue também pode matar. Foi a forma encontrada para informar sobre a gravidade da situação na cidade.

A preservação da saúde das crianças nas escolas ocorreu com a lei que impede a comercialização de frituras e outros alimentos não saudáveis nas cantinas e lanchonetes. Esse conceito foi estendido aos adultos com o impedimento da reutilização de óleos e gorduras em frituras em bares e restaurantes.

A prevenção a doenças foi marcante nos mandatos do vereador. Ele instituiu o Dia municipal de conscientização e alerta sobre o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil, a Semana municipal de conscientização do autismo, o Dia municipal da conscientização e combater ao câncer de próstata, o Dia municipal de conscientização de queimaduras em crianças e o Dia municipal de conscientização contra o aborto.

Por iniciativa do vereador, a cidade conseguiu superar também a dificuldade de criar vagas nos cemitérios. Ele reduziu o prazo de sepultamento para dois anos, em se tratando de criança e três, quando adulto.

O combate a poluição sonora foi viabilizado com o impedimento de comportamentos que traziam grandes transtornos à população. Dr. Fiorilo conseguiu impedir o uso de aparelhos sonoros no transporte coletivo, iniciativa que se deu em conjunto com os vereadores José Sóter de Figueiroa e José Emanuel. Também proibiu veículo com som alto, não importa se encontra-se circulando, parado ou estacionado em via pública.

A constatação de que as mulheres são grandes vítimas de assaltos à noite levaram o vereador a estabelecer, por meio de lei, a obrigatoriedade de as concessionárias do transporte coletivo urbano permitirem o desembarque fora dos locais de parada após as 22 horas. As empresas ainda têm que garantir embarque e desembarque de pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida por qualquer uma das portas do veículo. A proibição da ocupação dos assentos preferenciais também foi consolidada em lei.

O caráter rotativo da área azul foi assegurado quando lei do Dr. Fiorilo entrou em vigor, limitando o uso de no máximo dois créditos, em um mesmo setor, diariamente.

Assim que assumiu o primeiro mandato, ele fez gestões para que fosse instalado na cidade o Serviço de Verificação de Óbito (SVO). Trata-se do setor responsável pela necropsia em casos de morte natural, fora de hospitais, com fornecimento de certidão de óbito. A sua inexistência dificulta a liberação do corpo para sepultamento. O Instituto Médico Legal (IML) é acionado apenas para casos de morte violenta.

Direitos conquistados, porém de pouco conhecimento dos beneficiados, fizeram com que Dr. Fiorilo garantisse maior divulgação. É o caso do desconto de 50% para idosos em eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer em estabelecimentos ou instalações do município e a dispensa de pagamento do serviço funerário à família que concordar com doação de órgãos.

O lazer não foi esquecido pelo vereador. Foi dele a proposta de implantação de ciclo faixas nas principais vias urbanas aos domingos e feriados.

Dr. Fiorilo nasceu no dia 28 de novembro de 1952. Foi eleito para o primeiro mandato com 2.017 votos e para o segundo com 2.400 votos. Ele é médico formado pela UFJF, especialista em Pediatria. Através de concurso, ingressou na Prefeitura de Juiz de Fora como médico pediatra, plantonista do antigo PSM e, atualmente, exerce a função no PAI. Chefia o Serviço de Pediatria da Santa Casa de Misericórdia e é professor dos residentes do Departamento de Pediatria da instituição. Também foi perito de trânsito e criminal da Polícia Civil, lotado na 7ª Delegacia Regional.

Natural de Senador Firmino, ele chegou a Juiz de Fora com sua família no início da década de 60. É casado com Glória Calderano Fiorilo, com quem tem três filhos: Rubens, Alexandre e Luciana.

Católico praticante, foi um dos membros fundadores da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Paróquia de Santa Luzia. Atuou como tesoureiro da Comunidade São José, ministro extraordinário da Eucaristia, um dos coordenadores dos encontros de noivos e atualmente é da Pastoral do Dízimo.
 

Legislaturas:
38ª – 2009 -2012
39ª – 2013 – 2016

40ª – 2017-2020

Proposições de Autoria do Vereador:

Opine sobre os Projetos de Autoria do Vereador:

Participação em Comissões:

Votação do Vereador em:
2008 – 2.017 votos
2012 – 2.400 votos
2016 – 3.616 votos

Site pessoal

E-mail's:
fiorilo@camarajf.mg.gov.br

Links sugeridos pelo Vereador:

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Rua Halfeld, 955 - Centro, Juiz de Fora/MG
Tel: (32) 3313-4700

design by
©2011 Câmara Municipal de Juiz de Fora | Licensa Creative Commons